conlínguas

Criei o termo conlíngua (uma adaptação do termo inglês conlangconstructed language) para designar as diversas línguas construídas ou planejadas, denominadas em outros tempos de línguas artificiais, que vêm sendo criadas aqui e ali desde a antiguidade, com diversos fins em vista. Com esta página, pretendo compilar e comentar as que mais me atraem.

Velhas e novas gerações talvez se lembrem do esperanto como um exemplo de conlíngua usada para comunicação entre pessoas de línguas diferentes, uma auxilíngua ainda bastante vigorosa em milhares de comunidades físicas e virtuais mundo afora. Hoje em dia, porém, a maioria das conlínguas estão confinadas a aparições esporádicas em filmes de ficção e fantasia. São artelínguas como a klingon, do universo Star Trek, a quenya, língua dos elfos de O Senhor dos Anéis, ou as mais recentes valiriano e dothraki, ambas utilizadas na série Game of Thrones. Em verdade, já existe um nicho profissional extremamente limitado, mas bastante ativo, de linguistas que oferecem seus serviços para criar línguas para novas produções cinematográficas e televisivas. Não é preciso pensar muito para saber que esta profissão, a de conlinguista, não é lá uma das que propiciam rendimentos suficientes para se levar uma vida confortável…

A seguir, o índice de um livro em desenvolvimento que venho planejando escrever há tempos. Enquanto ele não sai, use esse índice como orientação para algumas páginas que criei sobre o tema.

Conlínguas

  1. Introdução
    • Conlínguas
  2. Artelínguas
    • Alto valiriano
    • Dothraki
    • Klingon
    • Quenya
    • Navì
  3. Auxilínguas
    • Esperanto
    • Ido
    • Interlingua
    • Novial
    • Occidental
    • Volapük
  4. Engelínguas
    • Latino sine flexione
  5. Logilínguas
    • Ithkuil
    • Loglan
    • Lojban
    • Toki pona
  6. Bibliografia

Vídeo

Abaixo, o vídeo da palestra de abertura que fiz no congresso Poliglotar de 2017.